Ex-Ibram, Carlos Brandão deve assumir o MAC-USP

Por SILAS MARTÍ

Depois de deixar a presidência do Instituto Brasileiro de Museus, órgão do Ministério da Cultura, o professor Carlos Roberto Ferreira Brandão se prepara para assumir o comando do Museu de Arte Contemporânea da USP. Ele, que já dirigiu o Museu de Zoologia, é candidato único na eleição pelo comando da instituição que ocupa o antigo Detran, ao lado do parque Ibirapuera.

“Tenho uma inteligência que pode ser útil neste momento em que o museu precisa definir seu escopo”, adiantou Brandão à coluna. “Não estou me colocando como curador de arte. O cargo é de diretor do museu, então é gestão. E essa não será uma gestão impositiva, não vou competir com os curadores pelo papel deles.”

Em crise desde a saída de Hugo Segawa de sua direção no ano passado, o MAC enfrenta problemas financeiros e batalha para concluir as obras de sua reserva técnica, que corre risco de inundação, além de instalar um café, uma loja e o restaurante da cobertura, pivô da saída do ex-diretor de seu cargo.

Brandão se candidatou depois que ninguém do museu se interessou pelo posto.

plastico_mori2

Olímpica A japonesa Mariko Mori vai instalar este anel que muda de cor no alto de uma cachoeira no Rio a convite da Olimpíada.

Nova Rouanet O recém-criado Fórum Nacional pelos Direitos Culturais, grupo que reúne instituições como o Itaú Cultural e o Instituto Tomie Ohtake, levará a Brasília a proposta de uma lei que permita criar endowments, ou fundos para museus e centros culturais que não estejam ligados a um projeto ou exposição específica, como acontece na Lei Rouanet. É o modelo de instituições americanas como o Met e o MoMA.

Nas alturas Na Art Basel, feira encerrada no último fim de semana, obras de Hélio Oiticica e Lygia Pape estavam à venda por preços recorde para ambos —R$ 12,9 milhões por um “Bólide” dele e R$ 9,5 milhões por um “Livro Noite e Dia” dela.

plastico_numen

File Famoso por suas estruturas de fita adesiva, o coletivo europeu Numen vai usar 37 quilômetros de durex para criar sua instalação no próximo Festival Internacional de Linguagem Eletrônica, a partir de 11 de julho, na Fiesp.