Artista do Mali, Abdoulaye Konaté cria no Brasil tapeçaria que estará na Bienal de Veneza

Por SILAS MARTÍ

Uma obra criada no Brasil pelo artista malinês Abdoulaye Konaté estará na próxima Bienal de Veneza. A peça de tecido foi inspirada por uma visita do artista a uma aldeia guarani no litoral paulista. Ele esteve em Ubatuba há dois anos, quando foi um dos destaques do Videobrasil. Suas tapeçarias, que aludem a conflitos políticos e questões ecológicas, foram mostradas então no Sesc Pompeia e viajam em maio ao Arsenale, para o evento italiano. Christine Macel, do Pompidou, organiza a próxima Bienal de Veneza.

Veneziana Cinthia Marcelle, que vai representar o Brasil na próxima Bienal de Veneza, está agora na cidade italiana para estudar os detalhes e as dimensões do pavilhão brasileiro.

Londrinos A SP-Arte fechou parceria com a Delfina Foundation e vai premiar artistas com uma residência artística em Londres. Também vai trabalhar em conjunto com o site americano Artsy para organizar uma série de debates na feira.

Casa nova A Semana de Arte, nova feira do calendário paulistano, já tem data e endereço confirmados. Será no hotel Unique entre os dias 17 e 20 de agosto e promete uma grande agenda de eventos paralelos.