Casa de leilões Phillips planeja abrir filial no Rio

Por SILAS MARTÍ

Em tempos de queda no volume de vendas em leilões, a Phillips, uma das maiores casas do planeta, quer ampliar seu mercado e inaugura em breve uma nova sede no Rio, seu primeiro espaço físico no Brasil. Para comandar as operações no país, escalaram Cândida Sodré, que roubaram da concorrente Christie’s. São da Philllips dois recordes de artistas brasileiros —Lygia Clark teve um “Contra Relevo”, de 1959, vendido por US$ 2,3 milhões, enquanto “Noite e Dia”, obra de 1976 de Lygia Pape, saiu por US$ 461 mil.

Performance da dupla britânica Bompas & Parr, que terá mostra no Museu de Arte Moderna

Senta no pudim Em maio, o Museu de Arte Moderna paulistano recebe os bizarros happenings culinários da dupla britânica Bompas & Parr, entre eles este que envolve sentar em bolos e tortas.

Mudou Depois do sucesso de sua primeira edição no pavilhão da Bienal, a Feira Plana vai deixar sua sede no Farol, o simpático prédio do centro onde também funciona a Balsa, para se instalar no Pivô, centro cultural no primeiro andar do Copan.

Mudou 2 Eles terão um espaço entre os novos ateliês que serão inaugurados ali em abril, além de produzir os catálogos e publicações da instituição.

Sumiu Quase dois meses depois de assumir o comando das artes visuais no Centro Cultural São Paulo, a joalheira Nathalie Schreckenberg não anunciou seus planos para a instituição. Nem reage a insistentes pedidos de entrevista desta coluna.