Artista termina retrato em câmera lenta do IMS

Por SILAS MARTÍ

Michael Wesely, o fotógrafo alemão conhecido por suas imagens de longuíssima exposição, está em São Paulo desmontando as câmeras que ficaram voltadas para o canteiro de obras do futuro Instituto Moreira Salles, na avenida Paulista, desde 2014, quando a torre começou a ser erguida.

Juntas, suas fotografias que levaram três anos para ficar prontas vão sintetizar o surgimento do prédio no skyline paulistano e poderão ser vistas no novo IMS, em agosto.

Umbigo O Masp, também fotografado por Wesely, criou uma comissão para debater os rumos do museu, que vem se reestruturando há três anos.
Umbigo 2 Integram o time tanto pessoas do conselho da instituição quanto convidados.

No ar Igor Vidor e Jaime Lauriano, artistas agora na mostra da coleção do Itaú Cultural na Oca, tinham individuais planejadas para a Casa França-Brasil, no Rio. Mas a troca de comando na direção do espaço —saiu o curador Marcelo Campos e entrou o teatrólogo Jesus Chediak— ameaça os projetos.

Renda golpista Lourival Cuquinha, que gritou “fora, Temer” na abertura da Oca, iniciou uma campanha on-line pedindo a artistas que doem parte do que ganharem vendendo obras para “corporações golpistas” a “movimentos antigolpe”.

Maria Leontina Famosa por composições de um geometrismo sutil, longe do rigor concretista, a artista que faria cem anos em julho terá uma mostra a partir de 1º de junho na Bergamin & Gomide.