Mostra vai ocupar ruínas do antigo cassino da Urca

Por SILAS MARTÍ

Uma mostra vai ocupar as ruínas do salão de baile e teatro do antigo cassino da Urca, no Rio. Em paralelo à feira ArtRio, em setembro, a exposição organizada por Paula Alzugaray terá trabalhos dos artistas Caio Reisewitz, Giselle Beiguelman, Laura Lima, Nino Cais, entre outros.

Inspirada no projeto de Lina Bo Bardi para um museu erguido à beira do mar em São Vicente, no litoral paulista, “A Invenção da Praia: Cassino” será uma espécie de continuação de uma exposição realizada pela mesma curadora há três anos no antigo Paço das Artes, em São Paulo.

Enquanto o desenho da arquiteta do Masp nunca se materializou, o cassino da Urca foi construído em 1933 em plena praia. Funcionou até 1946 e depois foi transformado nos estúdios da extinta TV Tupi. Abandonado desde a década de 1980, o antigo salão de jogos foi restaurado e hoje abriga a sede carioca do Istituto Europeo di Design.

Mas o salão de baile, com espaço para duas orquestras e onde também funcionou o restaurante do cassino, continua em ruínas. Nos últimos anos, o espaço destruído serviu de palco para desfiles de moda e peças de teatro. A nova exposição marca o início de novas obras de restauro.